quarta-feira, 11 de julho de 2007

«T. P. C.»

No próximo Domingo, passa mais um ano sobre a morte da muito nossa Filipa de Lencastre, no Convento de Odivelas, para onde se havia retirado ao adoecer de peste negra. Foi a 15 de Julho de 1415. Dias depois, partiam de Lisboa os seus filhos D. Duarte, D. Henrique e D. Pedro, à conquista de Ceuta, dando início à Expansão Portuguesa. Ela mesma os tinha preparado para isso, e para muito mais. Este livro — Filipa de Lencastre, a Rainha que mudou Portugal, de Isabel Stilwell (edição Esfera dos Livros, 2007) — propicia uma viagem através desses magníficos tempos, que não voltam mais, tendo como fio-condutor a fascinante princesa inglesa que foi Rainha em Portugal e Mãe da extraordinária Ínclita Geração. O romance histórico em causa é de viva autenticidade, sólida estrutura narrativa e irrepreensível rigor histórico. Assim, sim. Leia-se, pois. E — já! —, que se faz tarde.

4 comentários:

Francisco B T disse...

Olá João

Estou a ler e estou a gostar imenso. Não se trata de uma peça literária, mas é um texto muito bem escrito e estruturado.

Muito boa companhia para férias e não só!

Isabel disse...

Obrigada pela sugestão, Marchante. Muita embora tenha mais livros para ler do que tempo para o fazer, ja mandei vir mais este da Bertrand. E dificil resistir ao cheiro de um bom livro acabadinho de chegar…

João Marchante disse...

É bom saber que não estou a falar para o boneco e que nem tudo o que digo cai em saco roto.

Mileumpecados disse...

O livro da Isabel Stilwell está muito bem escrito e tem todo um trabalho de investigação histórica de personagens e de época francamente bom.

Concordo em "género e grau" e faço minhas as palavras escritas da "comentadora" Isabel acerca do "cheirinho" tão próprio de cada livro novo!!!

http://Mileumpecados.blogs.sapo.pt