sábado, 12 de março de 2011

De comentários a post!

Eu tenho uma, apesar de curta, não deixa de ter a sua piada.
Estávamos no corredor à espera do professor para entrar na sala de aula, não me recordo porquê mas começei à luta com um colega. Nisto aparece o contínuo (não me lembro do nome) para tentar repor a ordem. Acontece que quando vou para dar um murro nesse tal colega, este baixa-se (cena digna de um filme) e quem leva com o murro é o contínuo que estava mesmo por trás.
4/3/11 19:43

Blogger Maria C disse...

O Liceu era só de meninas. Mas que meninas "travessas", como se diria nesses tempos (década de 60). As portas das salas de aula tinham trinco e dois fechos mas, como eram grandes, tinham alguma mobilidade se "trabalhadas" com habilidade. Resolvemos então, durante o intervalo de almoço, arrombar a porta de uma sala do 1º. andar e - Pasme-se! - escorregar no chão encerado na coxia mais larga frente à secretária da Prof. Como estava brilhante aquele soalho!
Um dia, no meio do afogueamento de todas, entra na sala a Vice-Reitora que usava bata branca e era mais pequena que nós?!
Só demos por isso quando ela gritou.
Resumindo: Suspensão de três dias mas perdoados por não haver nada estragado.
11/3/11 00:50

Blogger belem bispo disse...

Não posso deixar de lembrar o castigo de 3 dias de suspensão, por ter tido a ideia de sujarem a cadeira com o apagador, para a Prof. de Ciências que tinha a alcunha de Patarata. Nesse dia trazia um fato novo, de saia e casaco a 3/4. Alguém estava a bater com o apagador nas costas da cadeira e eu disse: não façam assim, soprem para o pó cair naturalmente.
Como já tinham batido com o apagador nas costas da cadeira, a professora deu conta. Mas aqui veio a cobardia de quem teve a ideia e não se acusar. Eu sabia quem tinha sido, mas preferi ser castigada, uma vez que peguei no apagador e soprei. Fiquei muito triste, por ter sido eu a castigada, e até a Reitora ficou perplexa quando soube que era eu. Nunca mais me esqueço, porque o meu pai obrigou-me a pedir desculpa de joelhos à professora. Alguém sabe desta história

Festa AAAFL 4

Festa AAAFL 2



A dinâmica é imparável!

sexta-feira, 11 de março de 2011

Obrigado Fátima!

Havia 7 cores (azul, verde, amarelo,laranja, vermelho,cinzento e rosa).

Agora vamos tentar dar côr aos anos!

Verde - 1959;1967
Azul - 1960;1968;
Amarelo - 1961;1969;
Laranja -
Vermelho -
Cinzento -
Rosa -

Estou com uma grande curiosidade para saber qual foi a cor do ano em que nasci, e, também a cor do ano que teria quando entrei! Um rosinha caía-me tão bem! Se for o vermelho, passo a chamr-lhe fuschia! O Azul terá ser o nosso azul turquesa. O Cinzento muda-se já para antracite que é a cor dos fatos dos bancários! O laranja tenho que a espremer e beber vitamina C! Quanto ao amarelo atiro-o para o alto e faço dele um sol! E se fôr verde, finjo que é erva e fuma-se! ( a irreverência é a marca de água desta casa!).

quinta-feira, 10 de março de 2011

Cores dos emblemas

Gostava de fazer a lista das cores dos emblemas da altura em que era feminino. Quem é que tem a bondade de me explicar como funcionava?

terça-feira, 8 de março de 2011

domingo, 6 de março de 2011

E porque é Carnaval...Rio!

Uma homenagem mais séria

O edifício actual do Liceu foi inaugurado em Setembro de 1938. Ou seja, no ano 2013, fará 75 anos. Com o intuito de dar uma expressão digna dessa data lanço um repto/convite a todos para pensar que forma e que conteúdos podemos fazer/criar/desenvolver.

Resposta para aaaesfl@sapo.pt.

sábado, 5 de março de 2011

Arco do Cego


Durante 3 anos e tal esta rua foi calcorreada por mim, pelo menos, 2 vezes por dia. A única coisa que sobra, actualmente, é a chaminé mais alta. Tudo o resto tornou-se num monstro, tributo a uma qualquer escola estética de um qualquer movimento arquitectónico que me deixam sérias reservas.
É a rua do Arco do Cego, antes de ser rua Filipa de Vilhena, onde está edificado a sede da Caixa Geral de Depósitos. Eu diria que a foto é da década de 1970.

Nota: E o anúncio à pasta medicinal Couto?

Mais umas preciosidades

O IST em 1930. De notar que o Bairro do Arco do Cego, onde está o Liceu estava já feito.

O IST em 1950. Impressiona a grandiosidade e a visão. E, naturalmente, onde estão as esculturas?

Praça de Londres. Bizarro não é?

sexta-feira, 4 de março de 2011

quarta-feira, 2 de março de 2011

AAAFL

Quem é que me conta uma história dos tempos do Liceu? Gostava de ouvir histórias que fazem parte das aventuras que se contam sempre com galhardia e boa disposição!

Quem é que se chega à frente?